Clarisse e os suspiros

Suspiros. O sol saiu com má vontade, as nuvens não sabiam ao certo se queriam chorar e Clarisse continuava sentada comendo suspiros.
-O que combina com suspiros?Ela questionou.
Talvez o tédio, o oscío, a solidão.
- Guaraná!!! Respondeu o senhor da lanchonete, lhe dando uma latinha.
De repente, a chuva resolve cair, as nuvens choram de alegria e Clarisse tira sua sombrinha se levanta leva os suspiros com ela e deixa o refrigerante para trás.
O moço lhe pergunta:
- Vai sair nessa chuva?
E a menina com um sorrisso bobo responde:
- Porque eu iria esperar a próxima?!
O vento sopra forte e Clarisse deixa cair os suspiros pelo chão, um a um eles vão se desfazendo e sendo levados com a água da chuva. A menina sai correndo e a sua sombrinha começa a ser levada pelo vento e algumas gotinhas de chuva começam a tomar o seu corpo. Com o calor do dia ela começa a gostar dos pingos de chuva, eles parecem refrescar todo o calor da sua mente e do seu coração. Então ela joga a sombrinha no chão e deixa que a água molhe seu corpo. Sentiu a sensação de alegria tomar conta dela. Nos lábios sorrisos, cantoria e o corpo dançava. Alguns estranhavam e outros dançavam ao lado dela.

Clarisse percebeu que não precisava ter medo da chuva e que se molhar não era de tudo ruim. Algumas chuvas passaram e outras virão e agora só lhe resta aguardar as próxima.

Foto retirada do site : blue blus essa sombrinha é pra quem tá revoltado com a chuva.


1 comentários:

Marcos Medeiros Raimundo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Copyright @ Centopéia | Floral Day theme designed by SimplyWP | Bloggerized by GirlyBlogger