fale com ele

Nunca pensei que um aperto de mão me arrancaria tantas lágrimas, mas naquela noite foi isso que aconteceu. Ver meu pai com todos aqueles aparelhos num quarto de CTI foi, de longe, a coisa que mais me doeu na vida. Pai é heroi, é quem te carrega no colo, mesmo quando você cresce. Pai não fica deitado sem falar ou andar. Acho que é isso que me desesperava e a única coisa que eu ouvia era "fale com ele".
Era a terceira noite que eu ia visita-lo e confesso que aquele cheiro de CTI não saia de mim, por mais que eu tomasse banho. A cena dele ali deitado também num saia da minha vista por mais que eu fosse a Paris. Quando durmo, o som dos aparelhos ainda apitam em meus ouvidos. E tudo que eu ouvia era "fale com ele".
Tão dificil quanto falar com Deus que não me responde,efetivamente, era falar com meu pai que parecia num reagir. Todos pediam que eu falasse com ele, mas eu não conseguia e acho que isso me causava imensa dor. De repente, resolvi falar com ele, mas não sentia fé naquilo. Mas naquela noite entendi que as pessoas nem sempre precisam falar pra te entender. Enquanto eu soltava palavras, ele apertou forte a minha mão e aquela foi uma das maiores emoções da minha vida. Não me lembro de ter chorado tão intensamente como naquele dia. Chorei por ver meu pai naquela situação, chorei porque queria leva-lo pra casa, chorei porque deu resultado falar com ele e chorei porque fiquei feliz com a reação dele.
Quando eu era criança meu pai me ensinou a falar e agora que cresci ele parece ter me ensinado de novo. De um modo bem diferente, ele me ensinou que falar era importante. Ontem ele me deu um sorriso e segurou forte a minha mão, parece sem valor, mas meu coração se encheu de esperanças. Meu pai despertou em mim uma fé que não existia e nunca existiu.
Sabe pai, é o seu coração que tá te deixando ai no hospital, mas eu lhe confesso que o meu fica um pouquinho ai todos os dias que te visito. Não sei se é a casa ou o meu coração que tá vazio, mas eu sinto falta de deitar no seu peito de passar o dia perguntando onde você vai, de esperar você chegar com as compras. Essa saudade misturada a angústia. A angústia de num saber se você voltar, se vai falar, se vai andar, se vai continuar sendo meu héroi.
Assim já tão velhinho você me faz falta aqui, porque eu não me pareço com mais ninguém. Porque na minha solidão, quase proposital, eu sabia que vc entendia quando eu chorava e no fundo eu acho que você é o único que sabe como eu me sinto e que de verdade me entende. Eu te procurava o dia todo que era pra sentir que tinha perto de mim um espelho. Que na minha solidão eu não estava sozinha.
Tem sido cada dia mais doloroso chegar naquele hospital, ver aquele monte de aparelhos, vê-lo tão debilitado. Mas cada dia é uma esperança, um esperança nova de que você volte a falar, nem que seja pra me perguntar "tá boa fia?", pra ir comigo até a padaria, pra tirarmos xerox ou simplesmente pra eu deitar no seu colo enquanto vc acaricia meus cabelos e no fim é você quem adormece.
Prometo que vou continuar falando contigo pai, até que volte com seus cabelos brancos e a mesma doçura de sempre. Doçura de quem ia comprar um chocolate quando eu, ou meu irmaão, diziamos que estava com vontade de comer, ou quando comprava lanches só para nos agradar.
Enquanto escrevia isso não conseguia conter as lágrimas e nessas palavras embaças uma grande esperança de um contar aqui que você melhorou asism com uma crônica que li e nunca esqueci. A escritora belohorizontina conta exatamente sobre seu pai na UTI e sobre ele ter se recuparado.

O texto dela é sobre o comentário carinhoso de um leitor desejando melhoras ao pai dela, que acabou melhorando. A esperança é um dia também escrever sobre o comentário de um leitor carinhoso contando que meu pai melhorou.
http://www.otempo.com.br/otempo/colunas/?IdColunaEdicao=12930,OTE

11 comentários:

Débora Gomes disse...

Você me fez chorar com esse texto, como a muito tempo ninguém conseguia. Acho que cada coisinha que você foi escrevendo aí foi me devolvendo um monte de recordações e lembranças que são muito antigas mas que me doem como se fossem muito recentes...
acho que consigo imaginar tudo que você está sentindo e penso também que esse seu texto me devolveu coisas bonitas, coisas ricas que foram passando com o tempo mas que não consigo te contar agora porque me dá vontade de chorar ainda mais...

se cuida pequena. Porque mesmo não estando aí tão perto de você, meu coração deseja as melhores coisas do mundo e torce e reza e espera que fique tudo bem logo...
continue conversando com ele, continue olhando por ele e tenha certeza de que ele não tem feito outra coisa o tempo todo, a não ser pensar em você e no tanto de amor que tem...

um beijo.
lindo texto.

Dani Gláucia disse...

Nesse momento o que mais desejo é que você um dia escreva um texto para contar o quanto seu querido pai melhorou...
Não pense que Deus efetivamente não te responde, e porque aceitar o silêncio dele com tanta tranquilidade? "fale com ele", todos os dias, cobre, chore ou grite se for preciso! Ele vai te atender e no que depender de mim, ele ouvirá muito o seu nome...
Agora mesmo peço a ele que seu coração esteja em paz...
fé, ele vai melhorar!!

Beijo

João Killer disse...

Sabe Nati eu passei durante muito tempo tentando entender qual era o propósito de algumas coisas que aconteciam na minha vida. As vezes me questionava que Deus era esse que não tinha misericórdia das pessoas que eu amava e era capaz de deixá-las nos momentos em que mais precisavam dEle. Foi quando eu comecei a perceber que tudo na vida é dado conforme a nossa capacidade e que Deus é tão sábio que ele escolhe as pessoas certas, ou melhor, especiais, para cumprir sua obra. Tenha certeza absoluta que se isso está acontecendo com você é porque Deus sabe o tanto que você e o seu pai são fortes suficientes para passarem por esse momento. A lição e o propósito para isso é muito maior do que nossa linha de raciocínio possa imaginar ou tentar entender. Realmente nesses momentos o mais difícil seja falar, afinal vamos falar o que? Com quem? Acho que as vezes a vontade de gritar para o mundo o quanto ele parece ser injusto com as nossas vontades, seja maior do que ter uma fé de que tudo vai terminar bem. Mas quando se acredita ou tem fé de que os milagres existem e que temos um Deus por nós, isso tudo passa ser apenas mais um caminho estreito no meio da nossa caminhada nessa vida.

Tenha certeza que esse momento vai trazer algo de bom, que os laços se estreitaram que o amor será mais evidente e os pequenos gestos serão reconhecidos. Apesar do texto ser lindo, não é o texto que eu gostaria de ler em seu blog, mas é algo que me renova ao ler, me faz refletir sobre todo um contexto de vida. Uma coisa é certa, eu que não sou da família já aprendi com essa situação e o que eu posso desejar agora é apenas que tenha fé! Que fale todos os dias, fale com seu pai, fale com Deus, peça a Deus. Ele pode fazer muito mais por nós. Conte comigo e saiba que minhas orações não cessarão pelo seu pai e toda a sua família. Fique com o Pai.

JOÃO PAULO disse...

Nati,
Texto carregado do mais puro sentimento filial! Arrancou lágrimas que estavam represadas em mim, por tudo que tenho vivido com a minha mãe também, acho que você sabe...
Amor pleno, abençoado sentido...
Linhas tortas tem essa vida, mas tenha força querida! E forças é o que desejo para as pessoas que você ama também!
Um beijo no seu coração,
Joãooooooo

Hélio Monteiro disse...

Quanto ternura!!! Melhoras pro papito e pra esse coraçãozinho!

Dani Lages disse...

Naty,
Muita força nesse momento!
Eu que já perdi tanto e tantas pessoas queridas, sei exatamente como é essa dor, essa angústia, esse medo...
Continue com fé e esperança!
O amor alimenta e nos dá força!
Acredite, isso tudo só nos faz mais fortes!
Fica em paz e com Deus!
Melhoras para sua pai!
Dias melhores para vocês!!!

Mila disse...

Ele vai ficar bem, eu creio nisso! A saúde dele será restaurada e logo logo, ele vai sair e voltar a comprar o nosso almoço de domingo! Tô com vcs e não abro mão!!! Todos os dias! makk linda :)

Lêda disse...

Minha menina,
Entendo o que seu coração fala, como eu disse a você, estou e estarei sempre ao seu lado, este meu Tio tão amado vai superar , vai vencer, porque ele é o nosso heroi, confesso que também tenho saudades do seu abraço forte, que me transmitia amor, segurança, um sentimento de criança que carrego no meu coração. Deus responde sim, mas é preciso estar com coração aberto. Você sabe que também passei por esta dor com o meu Pai, mas hoje tenho a certeza de poder dizer naqueles três ultimos dias o que o meu coração precisava falar, ele também não me respondeu com palavras, mas com uma unica lagrima. Não perca a fé. Estou e estarei sempre ao seu lado.

Adriano disse...

Nstália,
o que você falou vem do coração e fala ao coração. O que você está sentindo, já senti, pois as pessoas que a gente ama a gente quer ter sempre ao nosso lado. O abraço, o colo que só pai e mãe conseguem nos dar não tem comparação. Infelizmente as coisas acontecem e a gente não entende, mas temos de confiar em Deus e nos jogar em seu colo e contar com os amigos. Você apesar da idade, parece a mesma menina que levou as alianças em nosso casamento. Aquele rostinho lindo. A gente fica com o coração apertado, vendo ele triste e de choro. Mas acima de tudo nós vamos estar junto neste momento e em muitos de alegria (vitorias do galo), mas principalmente estarmos juntos na caminhada da vida.
O Gustavo ficou seu fã e super feliz de te conhecer um pouco mais e que soube superar grandes perdas (seus avós e seu melhor amigo no mesmo ano).
Um beijo no coração

Gabriel disse...

Eu senti um aperto muito grande no peito e me emocionei muito Natalia vc conseguiu levar minha mente ate vc e enxergar tudo de perto.. n sou bom com as palavras, também ja vi meu herói em situação bem semelhante e n é nada fácil..
Não se sinta só, e n desista nunca, seja qual for a situação. Continue falando com ele.

Anônimo disse...

Olha, tinha muito, mas muito tepo mesmo que eu não chorava ao ler textos. Você me emocionou muitíssimo. Espero de coração que seu pai tenha saído dessa. Parabéns por saber expressar sentimentos tão intensos e tão secretos, as vezes. Um grande abraço
Camila

Copyright @ Centopéia | Floral Day theme designed by SimplyWP | Bloggerized by GirlyBlogger