Entreaberta

Porta entreaberta
A luz pela fresta
Tua silueta me encanta
O escuro espanta

Sublime abismo

Vejo teu sorriso
Não corro o risco
Tenho medo do precipício

Corro da chuva
Me protejo
Se inundar
Velejo
Se não
Vejo

2 comentários:

ana sandim disse...

Descubro aos poucos pessoas incríveis, e olha ela sabe fazer poesia... afinal que poesia.
'se inundar... velejo' adorei

João Killer disse...

Produção a mil por hora! Gostei, está com uma sensibilidade verdadeira. O que será o motivo de tanta criatividade?!

Copyright @ Centopéia | Floral Day theme designed by SimplyWP | Bloggerized by GirlyBlogger