A Surpresa de ser

A ti meu amigo dedico esse bonito e doce poema do Mario Quintana que desde a primeira vez que li achei que tinha sido escrito pra você.



A Surpresa de Ser

A florzinha
Crescendo
Subia
Subia
Direito
Pro céu
Como na história de Joãozinho e o Pé de Feijão.
Joãozinho era eu
Na relva estendido
Atento ao mistério das formigas que trabalhavam tanto...
E as nuvens, no alto, pasmadas, olhavam...
E as torres, imóveis de espanto, entre vôos ariscos
Olhavam, olhavam...
E a água do arroio arregalava bolhas atônitas
Em torno de cada pedra que encontrava...
Porque todas as coisas que estavam dentro do balão
Azul daquela hora
Eram curiosas e ingênuas como a flor qua nascia
E cheias do tímido encantamento de se encontrarem juntas,
Olhando-se

As vezes a amizade é tanta que as palavras ficam gastas, só um poema pra tentar traduzir tantos sentimentos. Mas de verdade pequeno João, vc foi um ser surpresa na minha vida. Um grande amigo, que mesmo nos furacões da vida, eu sei que estamos juntos. Nossa amizade é como um porto seguro. Espero comemorar muitos e muitos aniversários com você.
Parabéns e eu amo você putinho.

Acho que essa é nossa primeira foto, quase uma reliquia.

2 comentários:

João Killer disse...

A flor de todos os jardins... Você como sempre consegue com um toque de delicadeza me fazer feliz. Adorei o presente. Essa foto realmente é uma relíquia da nossa amizade,vai ser mostrada pros nossos netos ou no arquivo confidêncial do Faustão...rsrsrs
Te amo moça! Mais uma vez obrigado!

ana sandim disse...

Adorei o texto.. rs e Parabéns para ele..

eba, a primeira foto de vc's foi eu quem bati. =)

Copyright @ Centopéia | Floral Day theme designed by SimplyWP | Bloggerized by GirlyBlogger